Por que você deve escrever um blog? (e ser feliz por não ganhar dinheiro com ele)

De uns tempos pra cá tenho recebido muitos textos. Muitos BONS textos. De gente de todo o lugar do país. Fico contente em ver tanta coisa bacana chegando na minha caixa de entrada e feliz, também, por pensar que talvez as pessoas acreditem que a minha opinião seja relevante em algum quesito. Além de vir por meio desse dizer que a minha opinião não vale absolutamente nada,  HE HE, gostaria de dizer que todas essas pessoas que desejam que seus textos sejam publicados em algum lugar, onde quer que seja, precisam, urgentemente, criar um blog.

Se você já tem o hábito de escrever constantemente, já sabe que essa é uma atitude terapêutica. Já sabe também que escrever te leva a pensar sobre outras coisas, te transporta para outras realidades, te faz sentir menos só. E ter um blog amplifica tudo isso. Você passa a ter sede por outros textos, conhece pessoas e abre uma imensidão de possibilidades quando cria uma porta entre a sua vida e a de pelo menos meio milhão de desconhecidos que acessam a interwebs todos os dias.

Eu não ganho um centavo com esse blog. Nunca ninguém teve interesse em patrocinar minhas palavras, porque, honestamente, elas não são rentáveis no sentido monetário da coisa (eu sei, essa frase ficou estranha). Elas são rentáveis no sentido emocional. E, em grande parte, unicamente para mim.

E se você acha que todo o blogueiro é popular e super conhecido, basta dar uma olhadinha aqui na barra de comentários para perceber que, não cara, tem gente que escreve simplesmente por escrever. Porque isso pode se tornar uma profissão surpreendente lá pra frente, ou pode não servir pra nada. Porque você vai estar se dedicando, despendendo um tempo danado pra deixar aquele seu espacinho atualizado, com a sua cara e… Talvez, ninguém leia.

Um blog te ensina que, na vida, é preciso aprender a lidar com as rejeições. Com os haters ou com o fato de que talvez, tudo o que você produz, só faça sentido para você. E não há nada de mal nisso.

Os blogs fazem parte de um nicho comercial, assim como muitos outros existentes dentro e fora da internet, mas não é apenas para ganhar dinheiro que um blog serve. Quantas coisas bacanas eu deixaria de descobrir se todo mundo que resolvesse ter uma humilde pagina www pensasse assim, não é? Quantos universos ficariam restritos a apenas a pessoa que os cria?

Se você escreve por prazer, tem um hobbie, ou algum talento, faça um blog. Crie um vlog. Inicie um fórum, uma página de Facebook. Mais importante do que aquilo que fazemos para os outros é o que fazemos por nós mesmos.

E já sabem. Com amor, tudo vale muito a pena.

=)

Continue Reading