Meme Rotaroots: 5 (ou mais coisas) para se fazer (COMER) em Santos!

Olá, queridíssimos leitores! Tudo bem?

Gostaria de pedir desculpas pela ausência de posts por aqui. Estou trabalhando em ritmo alucinado e, quando não tenho nada pra fazer, o que é raro, aproveito para: fazer nada. Olha só que beleza.

Brincadeiras à parte, para quem ainda não sabe, nasci em Santos, litoral Sul de São Paulo e em tempos de calmaria sempre acabo por aqui, como boa parte dos paulistanos e interioranos desse Brasil.

Pois bem, no auge do meu ócio, enquanto eu comia uma torta de sorvete MA-RA-VI-LHO-SA que faz valer cada caloria ingerida, eu pensei: que tal fazer um guia de sobrevivência para quem não está familiarizado com as maravilhas desse praião? Por que não dar uma mãozinha pra quem quer comer, beber, dançar e se divertir com um pouquinho mais de dignidade?

Esse post, na verdade, já estava semi-escrito desde a virada de ano quando surgiu esse tema de meme lá no Rotaroots! Se você ainda não faz ideia do que quer dizer esse cazzo, lê até o final pra descobrir! <3

Sei que está  meio fora da temporada de férias e feriados longos, mas você que está aí, de biquíni, tomando sol à toa, com o bumbum na areia e o celular na mão, pode aproveitar minhas dicas hoje, amanhã, semana que vem, ou na próxima oportunidade que estiver por aqui, não é mesmo? Afinal… Planejar-se é preciso!

Diversão, pra mim, é sinônimo de boa comida. Sorry. Vou começar (e terminar), então, por esse item que é fundamental para o nosso bem estar em qualquer lugar do planeta: a alimentação.

Onde comer uma bela sobremesa? Onde está o melhor temaki da cidade? Prometo que depois faço um post com pontos turísticos, tá? Juro. Enquanto isso, #VEM:

 

LUGARES (e comidas Santistas!) QUE VOCÊ NÃO PODE MORRER SEM CONHECER


1 – Temakeria Santista (para os melhores – e mais exóticos – temakis do MUNDO)

R. Goiás, 197 – Gonzaga


Uma única porta, simples, aconchegante e com atendimento rápido. As chances de ter gente esperando na porta para entrar são imensas e digo desde já: espere sem reclamar (porque geralmente a espera é breve!) Para comer no balcão antes da balada ou com os amigos quando der uma fominha.

Temakis tradicionais com peixe fresquissimo, preparados no capricho por alguém que manja muito do que está fazendo e a arma secreta do local: o famoso crisp de mandioca que você pode acrescentar às receitas japorongas. É uma espécie de batata palha (de mandioca!), inventada pelos caras e feita por lá, que dá um sabor alucinante para cada enroladinho. JURO POR DEUS, vocês precisam dar uma chance pra isso!

Pra quem não é fã de alga – e ama peixe – os caras inventaram também uma casquinha fininha, como se fosse de sorvete, só que SALGADA. Chama Croc. Nessa versão, muito recheio e nada de arroz. Vale cada centavo.

Destaque também para as sobremesas que são DE CHORAR. E para os demais pratos tradicionais servidos. Tudo sucesso.

 

2 – Ao Chopp do Gonzaga (para um churrasquinho maroto, temperado no vinho e um chopp Baden Baden)

Av. Ana Costa, 512 – Gonzaga


O sabor da minha infância. Churrasquinho temperado de dar água na boca. A farofa, a batata frita, e o molho de cebola – que é, inclusive, patenteado – são divinos. O preço não é dos mais baratos, a espera geralmente é grande, mas enquanto não é possível se aconchegar com a família (ou os amigos) numa mesa, aproveite para tomar um choppinho Baden. Vem geladíssimo e é tirado com pouco colarinho. Enjoy!

 

3 – Cantina Di Lucca (para massas absurdamente boas, fartas, vinhos incríveis e um ambiente familiar)

R. Dr. Tolentino Filgueiras, 80 – Gonzaga


Um dos meus lugares preferidos da cidade. Massas caseiras extremamente bem feitas, pratos fartos e com muito, MUIITOOOOOO molho! Diferentes opções a um preço pra lá de honesto, com excelente atendimento e estacionamento grátis para clientes. Para sair rolando e voltar chorando de saudades para casa! Recomendo a mistura de molho branco, vermelho e pequenos pedaços de presunto gratinados. Incrível.

 

4 – Churrascaria Veneza (para curtir um espetão misto e o molho de ervas mais sensacional já feito em território nacional)

Av. Washington Luís , 407 – Gonzaga

Carne. Muita, muita carne. Saladão completo servido numa bacia gigante. Uma opção super digna pra quem chega na praia e não está disposto a abrir mão da carne vermelha (e não quer investir muitas Dilmas em um rodízio). Não deixe de pedir o MOLHO DE ERVAS feito por eles. Certamente depois de experimentá-lo você vai ter mais vontade de viver. HAUHAUHUAHUAHUA!

 

5 – Confeitaria Viena (COXINHA).

Av. Ana Costa, 514 – Gonzaga


A melhor coxinha de frango que você já provou na vida com ou sem catupiry.
Se essa iguaria merece pelo menos 500 pontos na escala #celulitenabundapançareacheada, o resto dispensa comentários.

 

6- Capim Limão (o melhor vegetariano-vegano da Baixada! Até quem é louco por carne vai amar!)

R. Prudente de Moraes, 63 – Vila Mathias

Opções que tem sabor para aqueles que não são chegados em carne. Dois pratos diários feitos com tanto, mas tanto carinho pela dona do local que dá até pra pensar em se tornar vegetariano. Juro. E olha que eu sou alucinada por uma carne bovina! Destaque para a sobremesa mais famosa do local: a tal torta de sorvete (do início do post), que vale cada caloria.

O espetinho (sim!!  ESPETINHO!!) e a feijoada  me emocionam só de lembrar. Vá sem preconceitos.

 

7 – Lanches Sevilha (sucos, vitaminas e a torta de banana causar briga na família pelo último pedaço)

Av. D. Ana Costa, 460 – Gonzaga

O Sevilha é um lugar simples, pra sentar no balcão, tomar uma vitamina e comer uma torta de banana inesquecível. Segredo da casa, não experimentei uma parecida em nenhum lugar que já visitei – e olha que já tentei até reproduzi-la em casa. Preços competitivos em todos os itens, vale a pena também experimentar os lanches com bife (sim, bifão de mignon no pão francês!!). São ÓTIMOS.

 

8 Kokimbos (para uma pizza INCRÍVEL com recheios diferentes)

Rua da Paz, 61 – Boqueirão (tem também em outros 2 endereços, mas esse é meu favorito!)


O preço pode parecer pauli$$$$tano demais para o litoral, mas pela variedade de sabores exóticos e massa fininha, vale a pena. Não tenha preconceito quando te sugerirem um pedaço da de abobrinha. Vem na minha que é super sucesso, I mean it.. Fora isso, o lugar é fofo, agradável, familiar… Uma excelente pedida pra ir com ozamigo tudo.

 

9 – Casa das Bananadas (bônus)

Av. Newton Prado, 49 – Morro dos Barbosas (São Vicente)

Esse lugar é em São Vicente, viu pessoal? E não, São Vicente não é uma praia de Santos. É uma cidade um pouco menor, coladinha da minha, conhecida por ser a 1ª cidade do BrasilZZzzZZzzZZzZzzz, enfim. Lá, desde 1921, existe um lugarzinho, pequeno, chegadinho, em cima do mar, chamado Casa das Bananadas. Além de, obviamente, Bananadas, o lugar vende cocadas – de todas as sortes – doces de abóbora, morangos trufados e outras coisas maravilhosamente caseiras que você PRECISA ingerir para aumentar com força sua probabilidade de ter diabetes antes dos 30.

Além dos docinhos INCRÍVEIS, a vista local é imperdível. Vale ir num dia de bastante sol e tirar bastante selfie virada pro mar. Garanto likes ou seu dinheiro de volta. =)

 

[EDITADO]

10 – O Beduíno – Menção honrosa feat. Toni e Fernanda

Av. Ana Costa, 466 – Gonzaga

(foto pelas lindas do Juicy Santos!)

Árabe de verdade, árabe raiz. Comida honesta, preço justo e um lugar agradável no coração do Gonzaga. Aliás, já repararam que o Gonzaga tem muitas opções gastronômicas, né? Acredito que grande parte da cidade tenha se desenvolvido por lá nos tempos áureos e esses lugares acabaram vingado…

Toni e Fernanda recomendam: Kebab de falafel, TODO o buffet e o café turco.

GOSTOU?????

Curte então a página do Hipervitaminose no Facebook, escreve pra mim, me manda um recadinho aqui nos comentários! Demoro, mas respondo! Juro.


Este post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. Quer participar? Então faça parte do nosso grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.


Você também pode ler

15 Comments

  1. Um bjo pra santista aqui que não comeu nenhuma dessas coisas 😀

    E, sinto dizer, vc esqueceu da queijadinha da Praiano. A-melhor-queijadinha-do-planeta.

    Tb achei o melhor hamburguer, lá na praça de alimentação super escondida do Shopping Balneário. A maionese de alho é pra comer de joelho!

  2. Ai, Lec, DETESTO queijadinha!!! Acho que exatamente por isso não sei apreciar a do Praiano, mas, realmente, é um clássico.

    <3

    E ainda não comi essa maionese, mulher, qual o nome do lugar????

  3. Eu amo comer e amo dar/receber dicas de lugares delícias!
    Nunca fui em Santos, mas agora já sei o que não posso deixar de visitar quando for aí. Tem muita opção bacana!

  4. Como assim você não incluiu o melhor açaí na tigela já vendido nesse mundo? Sério, o D’Boa além de ser super praiero ~surf ~ tem uma comida japa delícia e um açaí de comer de joelhos por um preço MEGA justo.

    O negócio é raiz mesmo hahahaha

    Cheguem cedo! Rua Conselheiro Lafayete, 68

    No mas, adorei as dicas!! Comi na Veneza nesse Carnaval e realmente vale a pena. O que eu acrescentaria é o queijo coalho, especialmente delícia haha

    Beijos

  5. Última vez que fui a santos tem 16 anos e agora eu ACHO que preciso voltar pra uma turnê gastronômica! ahahhahaha

    Beijooo! <3

  6. Vim pelo Rotaroots espiar seu post e agora to aqui sofrendo de SAUDADES DE COXINHA TEMAKI CHURRASCO SOCORRR 😉

  7. HAUHAHAUHAUHUAHA… ver esse post fora da hora do almoço é sacanagem Eu SALIVAVAAAA escrevendo menina, SENTE O DRAMA!!!

    =***

    =)

  8. MAS PODE VIR, PODE CHEGAR que aqui as maravilhas gastronômicas são GARANTIDAS! Hauuahauhuahuahuahuah!

    Brigada pela visitaaaa!! =)

  9. Só assim to com a Lec que a maionese de alho é de comer rezando… principalmente com a batatinha frita. Fica no Motoburger que tb vai abrir no Patio Iporanga!!!

    Apenas digo que faltou ai o Pastel da Rita <3

  10. Fiquei com fome!

    Pensei em fazer isso no meu post também e listar só lugares para comer, mas meu regime não permitiu kkk!

    Adorei as dicas. Estou realmente pensando em conhecer Santos na próxima vez que for a São Paulo. Saber onde comer bem, com certeza, vai deixar minha viagem muito mais legal!

    Beijinhos e até!

  11. Minhas culinárias favoritas estão em Santos. :O

    Adorei a post Ericka, fotos lindas, fiquei louco para devorar tudo, principalmente o temaki. 😀 HAHAHAHA

    Achei super divertida essa blogagem, estou tentando listar alguns lugares da minha cidade também para visitar.

    Bjs

  12. Também aprecio as iguarias. Mas, agora o que me leva a este comentário é perguntar a você, (tendo em vista as questões de direitos autorais) se posso publicar em uma página minha no Facebook sobre o Brasil a foto que você colocou ai em cima da belíssima praia Santista. Minha página é:”Brasil, um País Maravilhoso” que apenas mostra em imagens algumas belezas nossas, por meio de fotos e videos inclusive em 3D.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *