a verdade sobre as piriguetes.

A roupa é uma das maneiras mais simples de mostrar ao mundo aquilo que NÃO somos. Mais sérios, descolados, modernos, despreocupados, não importa: para os que não nos conhecem bem, basta mudar uma blusa ou um acessório para passarmos a interpretar qualquer papel. Até aqueles que, no íntimo, não desejamos ser.

Acho que a moda fala mais que o  comportamento  em si, mais que as atitudes. A piriguete quer se sentir poderosa, desejada e não se importa com o fato de todos a julgarem como vagabunda – porque via de regra, ela não é. Pode parecer maluquice, mas tenho em mente que a mulher que se veste para seduzir não o faz por ser uma desqualificada, mas por talvez querer um pouquinho de amor. Quem, afinal, não quer?

A piriguete já deu valor para tantos homens que cansou de agir como frágil e resolveu usar suas armas mais poderosas, ligadas, claro, à sexualidade, para se sentir superior. O problema é que, além da admiração dos homens, a piriguete conquista também a inveja das outras mulheres (e um julgamento sem tamanho por parte do resto do planeta.)

A  juventude é curta, finita e quanto mais velho ficamos, mais difícil fica de encontrarmos alguém nos lugares comuns. Quanto menos ousarmos, menores também serão nossas chances de nos surpreendermos com as coisas que a vida traz e, dessa forma, ficamos ainda mais entediados em relação a sucessão (às vezes sem sabor) de dias. Mas será que assumir o lado selvagem da conquista é mesmo o que você quer? Será que ser invejada, julgada e ser alvo fácil de comentários vai te trazer o retorno esperado? Ou é apenas um modo de tirar a atenção daquilo que realmente importa?

Curto, justo, decotado e brilhante. Não sou eu quem vai julgar quem você é pela roupa, mas talvez seja eu a  responsável por mostrar que no amor (e para tudo o mais que se deseja) precisamos mais que isso.

E que ser feliz, minha cara, parece simples. Mas dá muito trabalho.

Você também pode ler

3 Comments

  1. “A piriguete já deu valor para tantos homens que cansou de agir como frágil e resolveu usar suas armas mais poderosas, ligadas, claro, à sexualidade, para se sentir superior ”

    É PRA RIR O QUE VC ESCREVEU CERTO ???

  2. É pra ter a reação que você quiser, Chris! Pode discordar à vontade!

    Rir é melhor que chorar, não? =)

    Obrigada por comentar aqui no Hiper!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *