verdades femininas.

Uma das piores coisas de ser mulher é a obrigação de estar sempre impecável. Não que todos os dias seja necessário ter os cabelos escovados, as unhas feitas ou estar arrasando na maquiagem, mas temos a constante preocupação em estar apresentáveis e são raras aquelas que dizem o contrário.

Aos homens é perdoada a barriguinha de chopp e a marca de estria nos joelhos, provocada pelo crescimento exagerado na adolescência. Nós sofremos, vivemos de dieta, com medo dos cabelos brancos, com medo das marcas de expressão e, ainda que não façamos nada para mudar, em algum momento, essa preocupação vem à tona – o tempo é implacável.

E como se não bastasse temos uma infinidade de modelos de roupa para comprar, cores de esmalte para testar e produtos e mais produtos que prometem milagres, mas que temos a certeza de que não irão funcionar. Feliz é a mulher que tem apenas um shampoo e um condicionador no box, hoje em dia, ela é quase única.

Podemos colocar aí, além da corrida estética contra os anos que passam, o desejo de ter família, carreira ou ambos, em simultâneo, e, de preferência, antes dos 30. Não nos basta ter um amor ou um trabalho que nos traga alguma satisfação, precisamos ter uma casa, um carro, uma vida pronta para funcionar. E como é frustrante desejar algo que está além das nossas capacidades, que não depende única e exclusivamente dos nossos esforços pessoais, não é mesmo? É como concorrer à Mega Sena sem poder perder.

E ainda temos os hormônios e as desvantagens de estarmos em maior número que eles. Temos que concorrer umas com as outras ainda que juremos de pé junto que queremos nos tornar mais bonitas, evoluir e tentar ser pessoas melhores para nós mesmas. Sem hipocrisia, mulherada: sabemos que bem lá no raso todas nós temos uma inimiga ou uma pontinha de inveja de alguém, ainda que não declarada. E que apesar de não ser o mais nobre sentimento do mundo é ele que, inevitavelmente, nos move para frente, e nos faz pertencer a mesma espécie.

A vida não ficou até mais leve pensando assim?

Você também pode ler

2 Comments

  1. Assim que lemos o texto, concordamos plenamente nisso tudo. Passa 5 minutos e esquecemos… êe Vida!

    Beijo,
    milalices.blogspot.com.br

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *