da sorte e do azar.


Nunca gostei da palavra azar, até porque não acredito nela. Não é possível que a nossa vida seja guiada por um pré estabelecimento cósmico que vem em fases, por uma maré de coisas boas ou ruins. É muito irracional pensar que não temos controle sobre as nossas vidas, e olha que eu não sou a pessoa mais racional que vocês conhecem, você pode crer. Acredito em pré-determinação, acredito que algumas coisas realmente DEVEM acontecer e que junto a elas virão lições importantes sobre alguma coisa em nossas vidas, mas não acredito em pré-definições para coisas boas ou ruins. Somos maiores que isso.

As coisas boas que ocorrem não são sorte; são o resultado daquilo que buscamos, do que realizamos, são os efeitos do modo com o qual levamos nossas vidas. E quando coisas ruins acontecem para pessoas boas? Como explicar? Tudo culpa do tal do azar? Obviamente, não. As coisas ruins acontecem para todo mundo, o tempo todo, pra quem é do bem e quem é do mal. Elas existem, não dá pra ser feliz o tempo inteiro, não dá pra não ter doença, pobreza, amor mal resolvido, e problemas familiares, todo mundo tem. E sempre vai ter. A pior coisa do ser humano é ser dotado de razão. E da capacidade de tecer teorias para tudo aquilo que acontece por mais sem fundamento que elas sejam. Aliás, quem disse que todas as coisas devem ter fundamento?

O que muda, não é quanta sorte ou azar temos na vida, mas o quanto essas coisas tem a capacidade de nos afetar.

Há dias em que estamos fortes, que pode cair o mundo que a gente aguenta. Há dias, que não. Isso também de nada tem a ver com as forças sígniquicas ou cármicas, isso tem a ver com o nosso próprio humor. Ou você conhece alguém que consegue ser feliz o tempo inteiro? Nem rico, nem pobre, nem apaixonado, nem abandonado: ninguém tem uma vida perfeita.

Se é assim, que tal pararmos de lamentar por aquilo que ainda não deu pra alcançar? Uma hora, a gente chega lá.

Você também pode ler

8 Comments

  1. Ótimo texto…
    E pensar justamente no que vc disse: ” a pior coisa do ser humano é ser dotado de razão/ e da capacidade de tecer teorias para tudo aquilo que acontece por mais sem fundamento que elas sejam”.
    Para mim, isso resumiu tudo!

  2. Olá Érika

    Adorei encontrar vc aqui na blogolândia. Sou Kinha do blog AMIGA DA MODA e vim conhecer seu espaço. Gostei e já estou te seguindo. Vou aguardar a sua visita e ficarei feliz se me seguir também.

    Bjooooooooooooo………………….
    http://www.amigadamoda1.com

  3. Acredito em sorte e azar, mas de uma maneira meio diferente. Apesar de ser meio como vc falou, td acontece pq buscamos, pq fizemos ou desejamos, mas tbm acho q existe sorte ou azar do ponto de vista em q não somos únicos no mundo e que as coisas tbm acontecem pelas ações dos outros bilhões de habitantes desse planeta. Ou não é azar qndo vc sai 2 minutos mais tarde de casa e parece q milhares de pessoas tbm saíram, aí tá aquele trânsito infernal? E não é sorte alguém deixar cair 10 reais do bolso qndo vc tá precisando comprar alguma coisa e precisa dessa grana, daí justamente vc q acha a nota? Hahahahahaha
    Isso não tem necessariamente a ver com Deus, com o Cosmos ou sei lá o que, mas existe! rsss
    Bjos!

  4. Faz muito sentido, Mi! Acho que pensando assim, concordo com vc tb!

    Mas às vezes culpamos muito mais os outros quando a solução está em nós mesmos! Acho que sou mais à favor do ACASO que da sorte ou do azar.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *