o amor no cotidiano.

Uma mulher liga pra outra, desesperada:

– Menina, você não sabe!
– O quê?
– Hoje o dia foi um terror, me aconteceu assim, a desgraça das desgraças.
– O que??????? Aquela vaca da outra sala tava com a mesma saia que você? Encontrou com o ex na rua?
– Não, amiga, roubaram a minha vaga.
– CO-MO A-S-SIM?
– ROUBARAM A MINHA VAGA. Cheguei lá no trabalho pra estacionar, atrasada, claro, e tinha um Corsa preto na vaguinha do meu Gol. UM CORSA, VOCÊ ACREDITA?
– Men-ti-ra. E o que você fez? Furou o pneu do cara?
– Deu vontade, viu? Mas tava atrasada, alguém podia ver, num arrisquei. Pensei em arranhar a lataria do sujeito de ponta à ponta, onde já se viu? O cara pegou  A MINHA VAGA. Tive que andar 4 quarteirões de salto alto num calor dos in-fer-nos. Quis MORRER.
– Ai,amiga, posso imaginar, que fase. Deve ser um gordo, maldito, sedentário. Só pode. E de resto, tá tudo bem?
– Tudo. Comprei um vestido lindo.
– Aquele azul?
– Não, aquele verde que eu vi no shopping. Final de semana eu ponho pra você ver.
– Ai, então tá ótimo. Me liga mais tarde?
– Ligo.
– Super beijo!

A mulher chega em casa e comenta a situação com o marido:

– Amor, tive um dia terrível.
– Ah, é?
– Cheguei no trabalho atrasada e um cara tinha roubado a minha vaga. Amdei quatro quarteirões de salto alto por causa desse infeliz. Liguei pra Patricia e contei tudo. É um absurdo, né? Como pode um negócio desses? Fui no shopping e comprei aquele vestido verde que eu tava querendo, ficou lindo. Precisava desestressar.
– Hum.
– Ah! Meu cartão de crédito não passou na loja, usei o seu, tá?
– COMO ASSIM USOU O MEU?
– Ai, num seja insensível. Meu dia foi uma bagunça total, num vamos falar em dinheiro agora, okay? Depois eu pago tudo pra você, num entra em crise.
– Agora fazer o que, né? Já usou mesmo o cartão. E quanto foi o vestido?
– 300 reais, tava na promoção.
– Na promoção PRA QUEM? E que tal ao invés de reclamar que o cara roubou a vaga que é da rua e não SUA, chegar mais cedo no trabalho pra garantir que ela ainda esteja lá?

– Nossa, com você não se pode nem conversar, hein? Estúpido.
– (…)

Tô mentindo que é assim?

Você também pode ler

19 Comments

  1. Oi?

    kkkkkkkkkkkkk

    Homens nunca entendem nada! Adorei o pãtz…
    kkkkkkkk
    Bj, lindona! 😉
    Tem amigo q é mais chegado q irmão! Tá valendo!;)

  2. aHuahauUAH.. Mto bom!
    Ia ser ótimo se os homens enxergassem as coisas do nosso jeito!
    Mas ao mesmo tempo adoro esse jeito objetivo q eles vêem o mundo…
    bjo

  3. Nossa, concordo com o comentário qe disse que as mulheres são exageradas e os homens, insensíveis!! Mas concordo completamente com esses diálogos, às vezes eu conto uma história super emocionante e detalhada e ouço exatamente um “hm”!!! Nossa, isso me irrita muito!!!! ahaha Na verdade, aconteceu isso HOJE mesmo!!

    Beijinhos =))))))))

  4. HAHAHAHAHAHA cara ..
    Lógico que eu já sabia desse post, mas eu ri de novo e de novo..
    uashuASHUauhs

    Veio você encenando isso .. amo!

    Mas é a real isso ai!
    Adoro ..

    =**

  5. Perder a vaga na rua nao é desculpa pra comprar um vestido de 300 “pra desestressar”, ainda mais com o cartao do homem! compra-se com o seu, porra. hahahahaha

  6. essa de reclamar da vaga é a minha cara…rsssss
    e mandar parar de reclamar é a cara do meu marido..rs

    bjos flor

  7. Não busco a vida que me leva a vida, e sim a vida que me leva a morte… não tenho medo de morrer e sim de não viver.

  8. Nossa amei…
    Seu blog é ótimo 😉
    Parabéns!

    Beijos

    nandapezzi.blogspot.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *