Archive for the ‘Passado’ Category

Monday February 6, 2017 16:46

A vida que a gente inventa.

Existe uma coisa muito louca – e muito triste – sobre a vida adulta: a tal da frus-tra-ção. Essa palavra tão pequena, tão objetiva e tão cheia de sentido é muito, muito difícil de ser superada. A gente finge que lida bem com ela, enfia todos os sentimentos relacionados à dor e a angustia provocada [...]

Friday January 29, 2016 16:04

Vênus em Gêmeos, coração na Lua.

Dia desses, vi no meu mapa astral online ~ super confiável ~ que tenho Vênus em Gêmeos. Li em alguns outros tantos lugares que isso significa que sou uma pessoa que gosta de todo mundo e de ninguém ao mesmo tempo, que entra e sai fácil dos relacionamentos, que hoje gosta, amanhã desgosta, depois nem [...]

Monday August 18, 2014 15:10

O Pão Nosso de Cada Dia*

Ser adulto é muito chato. Mais chato que ligar pra call center de domingo, pior que picada de inseto embaixo do dedinho do pé. Essa coisa de ter responsabilidade e conta pra pagar era tão mais nobre na teoria, quando a roupa não acumulava na área de serviço e não tinha nenhuma louça suja na [...]

Friday August 15, 2014 10:39

as desamarrações do amor.

Confesso que tenho uma imensa curiosidade em saber como funciona esse lance de trazer o amor de volta em sete dias (ou em três horas). Deve mesmo existir por aí um sem número de pessoas que, na hora do desespero, apela até pros deuses celtas, pros búzios e pro tarô, mergulha o Santo Antônio no [...]

Tuesday August 5, 2014 09:53

Aquela vez, na festinha…*

Cometi o erro, uma vez, de achar que tinha me apaixonado por um menino de balada. Acredito que o amor possa florescer até nos terrenos mais inférteis, não é isso. Mas aquele não era o contexto, o clima, não era a vez das coisas darem certo. Lembro-me que vivia uma fase alucinadamente solteira depois de [...]

Wednesday April 16, 2014 10:19

o voodoo nosso de cada dia.

Algumas coisas são bastante difíceis de encarar, eu sei. Sei também que quando estamos no olho do furacão enxergamos tudo pelo nosso ponto de vista – seja da dor, seja do amor, seja do ódio – e que distorcemos todas as coisas para tentar contornar emocionalmente seja qual problema for. Mas tem uma coisa, uma [...]

É aí Elka, beleza? Aqui quem lhe escreve é você mesma, só que 10 anos mais velha. Magra igual, palhaça igual, pobre igual, viu? Não foram nesses últimos 10 anos que você ficou rica, infelizmente. Mas pode ficar tranquila: mesmo você passando um certo tempo sem trabalhar, de-ses-pe-ra-da e entediada na casa dos seus pais [...]

Tuesday December 31, 2013 00:01

2013… O que teve?

  Sei que você deve estar aí na sua cidade, planejando beijar o amor da sua vida, pular as 7 ondas, usando calcinhas multicoloridas e to-do-más e que, provavelmente, só lerá esta belíssima retrospectiva (quiçá) nos primeiros dias de 2014. Não importa. Eu não poderia deixar passar batido um ano que foi tão incrivelmente sensacional [...]

Wednesday October 23, 2013 10:24

no rascunho de 2011.

Quando você me ligou eu estava no banho, eu lembro. Tinha acabado de depilar as pernas e de usar aquele shampoo incrível que deixa os cabelos cheirando 3 quarteirões. Quando você me ligou eu virei do avesso, por dentro assim, dei um pulo. Não sabia se colocava roupa de inverno ou de verão, na dúvida [...]

Tuesday September 24, 2013 10:51

perdido nos rascunhos.

“Hoje me peguei querendo saber como você está. Do casamento, dos filhos, de coisas que, há muito, nem me vinham a mente. O tempo livre é o vilão das nossas boas (e más) memórias, é o vilão da saudades. Não que eu tenha saudades de você, ando mesmo é com saudades de mim. Quem aliás, [...]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ericka, prazer!

Por que Hipervitaminose?

Cansado do papo furado e irreal sobre relacionamentos? De ficar sonhando com o príncipe (ou a princesa) encantado, lamentando sua solteirice pelos quatro cantos do planeta? Cansado de não entender o que faz de errado? Cansado de achar que é o ÚNICO no mundo a ter todos esses problemas? Bem vindo ao Hipervitaminose! Um espaço com crônicas sobre a vida, depoimentos, histórias e análises sinceras - minhas e alheias - de quem já está cansado (e diabético) de tanto blá-blá-blá relacionamental sem eficiência. Fique à vontade!

Participe!!

Pode indicar, viu?